CAMDA - A força do campo!
-
  • Localização Rua Chujiro Matsuda, nº 25 - Vila Endo

  • E-mail contato@camda.com.br

  • Telefone (18) 3502-3000

Sistema creep feeding com Minercamda

POR Roberta Marchioti, 27 JUL, 2021
27 JUL

O significado do termo em inglês creep feeding traduz em “rastejar” ou “engatinhar” da palavra creep, que representa a forma de como os bezerros obtém acesso à área onde está o cocho, e “alimentar” ou “comer” de feeding. Neste sistema os bezerros entram em um local privado, no qual as vacas não conseguem ter acesso devido à barreira de altura e largura que limitam a sua entrada e permitam somente a dos bezerros. Entretanto como os bezerros não tem o hábito de consumir outro alimento além do leite é preciso estímulo para que chegue ao cocho, por isso o cocho das vacas deve sempre ficar próximo a área do creep.

O sistema creep feeding tem algumas vantagens em sua utilização, uma delas é suprir algumas deficiências nutricionais que os bezerros possam ter com somente o consumo do leite e no momento da transição para o capim. O ganho de peso dos bezerros varia de acordo com a qualidade e quantidade de nutrientes do leite. O pico de lactação de uma vaca ocorre normalmente aos 2 meses após o nascimento do bezerro e tende a cair depois disto. Após 90 dias de lactação, somente com o leite não é possível suprir as exigências de um bezerro para ganhos de peso vivo de 600 a 700 gramas/dia.

Além de nutrir a suplementação antes da desmama também tem valor funcional, pois são nos primeiros 2 meses de vida que ocorrem o desenvolvimento do rúmen. E o fato de incentivar outros tipos de alimentos ajuda a acelerar a capacidade de digestão ruminal dos bezerros.

As vacas também têm vantagens com o sistema, pois o seu bezerro terá outra fonte de alimento além do leite, exigindo menos de sua mãe, desmamando mais precocemente, ajudando a vaca a melhorar o escore corporal, facilitando para entrada no cio e obtenção de uma nova prenhez.

Os bezerros alimentados no sistema do creep feeding tem um maior ganho de peso diário e consequentemente um maior peso na desmama, além disto sofre menos com o estresse da desmama por dependerem menos do leite materno e já estarem adaptados com o manejo de trato nos cochos.

A Camda possui um produto específico para este tipo de manejo, o Minercamda Creep, que contém leite em pó como atrativo e farelo de soja, além de probióticos e uma equilibrada composição de macro e microminerais específicos para esta categoria. O consumo médio esperado fica entre 100 e 150 gramas/dia para cada 100 kg de peso vivo dos animais. No caso de um bezerro de 120 kg ele terá um consumo médio de 120 a 180 gramas/dia.

Outro produto que a Camda fabrica que é específico para bezerros é a Minercamda Ração Recria Edp, que já tem um propósito de resultado um pouco mais ousado. Indicado para pecuaristas que buscam maior eficiência de sua área com a maior produção de arrobas ou peso vivo, por hectare. Ela é uma ração que não possui limitadores de consumo e portanto o consumo será maior. A recomendação é fornecer de 0,2 a 0,3% do peso vivo, ou seja, para um bezerro de 100 kg de peso vivo, fornecer 200 a 300 gramas. Porém quem pretende resultados ainda mais expressivos deverá ofertar 0,5% do peso vivo, o que neste caso seriam 500 g/bezerro/dia.

Acompanhando a busca de melhores desempenhos na fase de bezerro/desmama/recria, após os 3 meses de idade o bezerro já pode ser alimentado com o proteinado energético, o Minercamda Turbo Energético, este possui limitador de consumo e regula para 0,2 a 0,3% do peso vivo. Observamos que a fase de recria é a que possui melhor eficiência de conversão alimentar, pois é a melhor relação entre o ganho de peso e a ingestão de suplemento alimentar (ração/proteinado).

Qualquer dúvida, favor entrar em contato com a equipe técnica da Camda para melhores esclarecimentos. (fonte imagem: Agromove)

 

Vinicius Elias Saraceni

Zootecnista – Camda